A autora


Juliana Gazola, vinte e um anos, gremista, gaúcha da cidade de Bento Gonçalves.

Blog criado em abril de 2010, inicialmente com o objetivo de mostrar aos outros o que eu mesma desconhecia sobre mim. A Juliana encontrada nos textos antigos, originários do início dessa brincadeira de escrever, era uma pessoa diferente (em sete anos quão diferente uma pessoa pode tornar-se na medida de um único dia?), era uma pessoa buscando se encontrar e encontrar o seu verdadeiro lugar.

Mas hoje, quem vos aqui escreve é a pessoa que me tornei, que ainda permanece perdida em muitas situações, mas na maior parte delas é capaz de usar suas experiências, seus aprendizados e suas filosofias de vida para enfrentar as adversidades que inevitavelmente surgem.

Aliás, apesar deste texto estar repleto deles, odeio clichês. Exceto os meus.

Acredito na simplicidade como maior forma de "avaliar" alguém. Apaixonada por sorrisos e por pessoas que sorriem, principalmente as que sorriem com os olhos; admiradora de metáforas.

Futura filósofa, aspirante a escritora e com planos de mudar o mundo. Uma eterna sonhadora.


Um comentário:

Matti disse...

Você tem uma habilidade incrível para falar da realidade como se ela fosse poesia pura. Não que não seja, isso só depende do olhar, mas você consegue tornar tudo muito suave e sempre deixa alguma lição importante.

Vendo você escrever o que escreve, posso sem medo nenhum, dizer que o mundo não está perdido. Enquanto houver gente capaz de ver e entender as coisas que fazem, o futuro será sempre promissor.

Parabéns pelo blog, pelos escritos e pelas mensagens deixadas (sejam elas intencionais ou não ^__^)