7 de janeiro de 2012

Não há nada de errado na solidão

Perguntas que possuem o silêncio como única forma de resposta.
Frases apagadas por inteiras e depois novamente reescritas pela metade.
Cenários e diálogos, criados na esperança da mais sincera representação da realidade, mas que nunca ultrapassam a imaginação e em alguns segundos serão esquecidos. Ou substituídos por outros ainda mais irreais.
E os mais temíveis confrontos continuam acontecendo dentro de você. E se você ignorá-los será derrotado apenas pela falta de coragem de enfrentá-los.
Mentes solitárias, pessoas corajosas.

Nenhum comentário: