24 de agosto de 2014

Sem título até que eu descubra o nome deste sentimento

Quer dizer que estes velhos olhos cansados não perderam a ternura e ainda são capazes de brilhar, mesmo com tantos “poréns”?
É motivador pensar nisso, especialmente considerando que se trata de segundas-feiras, meus segundos dias mais odiados da semana.
Na maior parte das vezes (se não todas), a vida resume-se em quantos momentos aceleraram o seu coração e quais mudanças foram ocasionadas por esta sua falta de controle sobre si mesmo. As mudanças? Na maior parte das vezes são drásticas, parecem roubar toda a sua sanidade ainda existente, tiram você do rumo, percurso, ritmo, rotina, fazendo-o sonhar novamente. O tornam ser humano, no mais puro dos sentidos existentes para esta expressão.

Nenhum comentário: