7 de abril de 2010

As cores lá fora


Hoje a manhã estava especialmente linda, apesar das nuvens escuras que insistiam em permanecer no céu, o sol estava surgindo para afastar qualquer pensamento ruim. Ele parecia colocado no lugar exato para que pudesse iluminar com a sua luz ofuscante, o planeta inteiro, mas não; naquele momento o sol estaria onde eu estivesse, nada poderia fazer com que ele desistisse de brilhar, nem mesmo as imensas nuvens que aos poucos estavam indo para algum outro lugar.
Talvez indo para um lugar levar escuridão a quem precisasse de sol, ou indo para algum lugar esconder-se, percebendo que toda sua tentativa de fazer com que o sol deixasse de brilhar seria inútil. Ninguém desejava tê-las. Já o sol... Ele é o recomeço de que tanto necessitamos.

Um comentário:

Jacii M. disse...

gostei do texto. bastante verdadeiro. e adorei o blog, beijos. (: