26 de abril de 2010

Sonhos verbalizados


Eu vivo a idealizar o que eu quero do futuro. De que maneira eu pretendo agir em cada situação, as pessoas que eu pretendo conhecer, dos sonhos que eu acho que nunca conseguirei esquecer.
Mas a cada dia, o futuro está mais ao nosso alcance, e será que um dia todas minhas expectativas serão mesmo realizadas? É isso que eu gostaria tanto de saber. Algumas vezes eu me questiono se vale mesmo a pena pensar tanto em um futuro a longo prazo.
Amanhã eu não vou mais pensar como hoje. Hoje, eu não estou agindo conforme julgo que vou agir amanhã. É tudo uma imensa incerteza que se deixarmos que nos leve, acabaremos por não continuar a sonhar. E então, o que fazer quando ficamos entre uma talvez-futura-realidade e a certeza da realidade de hoje? Eu escolhi a primeira opção. Mas cada momento insiste em estragar tudo, cada vez mais.
O futuro é hoje, e o presente... Já foi.

Nenhum comentário: