15 de abril de 2010

Quando nos tornamos humanos


Ninguém consegue ser tão insensível a ponto de não lembrar o que é sensibilidade. Às vezes esconder os sentimentos não é uma boa idéia, e eu aprendi isso da maneira mais difícil, como sempre. Mesmo tentando com todas as forças esconder isso, uma hora cansamos de ouvir outras pessoas reclamarem de suas vidas, quando na verdade o que queríamos era esquecer da nossa. As coisas sempre parecem piores quando vistas por nossos próprios olhos. Talvez a explicação para isso seja que só quando sentimos de verdade podemos perceber o quanto é complicado. Tudo se torna tão mais fácil quando aprendemos a sofrer menos pelo que acontece... Eu finalmente percebi isso, e mudei, e pela primeira vez eu percebo claramente que quem mudou fui eu, e não os outros.
Me sinto como se agora estivesse aproveitando de verdade cada momento bom que surge diante de mim, acho que é isso que chamam de vida, e só agora eu estou vivendo, antes era tudo uma mentira, uma brincadeira cujo eu não percebia e continuava a brincar.
E que alegria quando percebemos que a vida realmente é uma brincadeira, mas uma brincadeira feita para encararmos como algo sério, que no futuro acharemos graça e veremos o quanto fomos felizes, e poderíamos ter sido ainda mais se tivéssemos vivido!

Nenhum comentário: