16 de abril de 2010

Porque você apareceu, e me levou a um sonho (...)


E mais uma vez eu me pergunto se você pensa em mim o tanto quanto eu penso em ti. Porque você apareceu, e me levou a um sonho, em que todos os dias eu imagino este sonho realizando-se. E sei que novamente volta à frase de que quando gostamos de alguém, imaginamos que ela seja perfeita, e nos recusamos a aceitar que como todo mundo, essa pessoa também tem defeitos, e a indignação volta para nos derrubar.
Mas essa vez não será assim, porque baby, quando estou com você sinto-me rodeada de paz, essa é a paz que eu quero pra mim, com você não tenho medo algum de ser eu mesma, assim como você tem sido, com seus defeitos e suas qualidades admiráveis, vem pra me mostrar que nem tudo está perdido, e que vale a pena continuar.
E meu bem, essas simples palavras são ditas da forma mais sincera que pode existir

Nenhum comentário: